Pure Hydration Micellar Water

Exclusivo Profissionais de Estética

Remove a maquilhagem, limpa e tonifica a pele. A água micelar é composta por micelas, pequenas moléculas de limpeza dispersas e suspensas na água que, atraídas pela sujidade e oleosidade, removem as impurezas sem ressecar a pele.

Quantidade: 100 ml

Nós sabemos! É uma chatice. Infelizmente este produto não está disponível mas se colocar o seu endereço de email abaixo e carregar no botão nós avisamos quando existir stock!

Informações Complementares

Molhe um algodão e passe no rosto, olhos e lábios. Recomendamos a aplicação diária, de manhã e à noite. Ideal para todos os tipos de pele.

Aqua, Glycerin, Decyl Glucoside, Hamamelis Virginiana Leaf Water, Galactoarabinan, Chamomilla Recutita Flower Extract, Sodium Hyaluronate Crosspolymer, Malva Sylvestris Flower/Leaf Extract, Glyceryl Oleate, Coco-Glucoside, Tocopheryl Acetate, Gluconolactone, Dehydroacetic Acid, Parfum, Benzyl Alcohol, Citric Acid, Pentylene Glycol, Sodium Benzoate, Potassium Sorbate.

Apesar de integralmente sustentada em fontes de referência com reconhecido valor e prestígio nacional e internacional, a informação contida nestas páginas não pode ser considerada como exaustiva ou, apesar de todos os esforços de melhoria contínua, isenta de incorrecções inadvertidas. As plantas e seus derivados utilizados na preparação de cosméticos e suplementos alimentares têm efeitos nutricionais, e podem interagir com medicamentos e outros suplementos. A sua inclusão em produtos para consumo humano obriga à prévia determinação de segurança, porém, essa segurança depende de uma utilização responsável. A Spell One e Biovip não assume qualquer responsabilidade por problemas decorrentes da má utilização da informação disponibilizada. Se precisar de aconselhamento específico, deverá recorrer directamente a um profissional devidamente qualificado.

Principais Ingredientes

O Ácido Hialurónico, também conhecido por Hialuronato de Sódio, é um glucosaminoglicano natural formado pela ligação de glucosamina com ácido glucorónico. Ocorre naturalmente em vários tecidos e fluidos do corpo, mas principalmente na cartilagem articular e no fluido sinovial, sendo o principal responsável pela sua elevada viscosidade e propriedades lubrificantesprotetoras e amortecedoras na articulação. Sendo também abundante na pele e estando presente em tendões e cavidades serosas. É sintetizado principalmente por fibroblastos e queratinócitos, sendo que os condrócitos dependem dele para deposição da matriz da cartilagem e foi sugerido que desempenhe também um papel na fecundação e imunorregulação.

O Ácido Hialurónico desempenha um papel multifacetado na regulação de diversos processos biológicos, nomeadamente na reparação da pele e regeneração de tecidos. Considerado um humectante por excelência, possui elevada capacidade para absorção de água e consegue penetrar nas camadas superiores da epiderme, permitindo aumentar a coesão entre as células e assim proteger a pele de fenómenos de desidratação, tendo vindo a ser empregue como um dos componentes imperativos em produtos cosméticos e nutricosméticos. Entre as suas funções biológicas incluem-se a retenção de água na matriz, hidratação de tecidos, homeostasia da água, lubrificação, transporte de solutos, migração, divisão e interação celular, adesão neutrófila, reabsorção óssea, cicatrização e agregação e adesão de glóbulos vermelhos. Para além disto, também tem sido usado em cirurgia oftálmica, diagnóstico de cancro, como anti-inflamatório e imunomodulador e no tratamento de articulações inflamadas.
A progressão da osteoartrite com a idade leva ao declínio de ácido hialurónico, motivo pelo qual tem sido usado no tratamento desta patologia, bem como no controlo de dores articulares.

Em suma, o Ácido Hialurónico, naturalmente presente em vários tecidos no corpo humano, tende a diminuir com a idade, como tal desempenha um importante papel na saúde articular, nomeadamente na lubrificação da cartilagem, como antioxidante, analgésico, anti-inflamatório, condroprotetor, evita a degradação da matriz extracelular e tem efeitos de reparação na cartilagem. Para além do seu papel cicatrizante, reparador e hidratante da pele.

Bibliografia

1. Bukhari SNA, Roswandi NL, Waqas M, et al. Hyaluronic acid, a promising skin rejuvenating biomedicine: a review of recent updates and pre-clinical and clinical investigations on cosmetic and nutricosmetic effects. Int J Biol Macromol. 2018.
2. Gupta RC, Lall R, Srivastava A, Sinha A. Hyaluronic acid: molecular mechanisms and therapeutic trajectory. Front Vet Sci. 2019.
3. Gelse K, Pöschl E, Aigner T. Collagens – structure, function, and biosynthesis. Adv Drug Deliv Rev. 2003.
4. Becker LC, Bergfeld WF, Belsito D V., et al. Final Report of the Safety Assessment of Hyaluronic Acid, Potassium Hyaluronate, and Sodium Hyaluronate. Int J Toxicol. 2009.

Com alto poder antioxidante, a vitamina E contribui para aumentar a defesa da pele contra os radicais livres e as agressões externas, como a poluição, a radiação solar, as mudanças bruscas de temperatura, entre outros. Além do efeito fotoprotetor, também atua na hidratação, sendo um ótimo aliado para tratar peles sensíveis e prevenir o envelhecimento precoce.

Promove a integridade da pele e mantém as paredes celulares, aumentando a sua firmeza. Por isso, pode prevenir o envelhecimento precoce e o surgimento de rugas, melhora a cicatrização e algumas condições de pele. Combate o stress oxidativo e os radicais livres, restaurando as propriedades humidificantes naturais da pele diminuindo a perda transdérmica da água.

Bibliografia

1. Pekiner BD. Vitamin E as an antioxidant. J Fac Pharm, Ankara. 2003;32(4):243-267
2. Manela-Azulay M, Bagatin E. Cosmeceuticals vitamins. Clin Dermatol. 2009 Sep;27(5):469-474
3. Thiele JJ, Hsieh SN, Ekanayake-Mudiyanselage S. Vitamin E: critical review of its current use in cosmetic and clinical dermatology. Vol. 31, Dermatologic surgery : official publication for American Society for Dermatologic Surgery [et al.]. 2005
4. Burke K. Interaction of vitamins C and E as better cosmeceuticals. Dermatol Ther. 2007;20(5):314-321
5. Nachbar F, Korting H. The role of vitamin E in normal and damaged skin. J Mol Med. 1995;73(1):7-17

A malva é uma planta medicinal da espécie Malva sylvestris, rica em compostos fenólicos e flavonoides, com propriedades antioxidantes, antimicrobianas e anti-inflamatórias, podendo ser usada para aliviar a congestão nasal, combater e prevenir infecções, principalmente na boca, e aliviar os sintomas de doenças de pele, por exemplo.

A malva possui propriedade antioxidante, anti-inflamatória, antisséptica e antimicrobiana, sendo popularmente utilizada para:

Tosse com catarro, bronquite, candidíase oral, estomatite, aftas, faringite, laringite, dor de garganta, prisão de ventre, colite, gastrite, úlceras no estômago, abscessos e úlceras na pele, furúnculos, picada de insetos, dermatite ou queimaduras.

Bibliografia

1. Costa Eronita. Nutrição & Fitoterapia. 2º. Brasil: Vozes Ltda, 2011. 198-199.
2. Grandi, Telma Sueli Mesquita. Tratado das Plantas Medicinais: mineiras, nativas e cultivadas. 1ed. Minas Gerais: Adaequatio Estudio, 2014. 782-783.
3. Moura, Maria F.. Segredos e virtudes das plantas que curam. 1.ed. Lisboa: Seleções, 2011. 130.
4. Iburg, Anne. O guia das plantas medicinais: ingredientes, efeitos medicinais e aplicações: Feno-grego. 1.ed. Caracter, 2010. 148-149.
Schmidit, I. O Léxico das Plantas Medicinais. 1ed. Dinalivro, 2007. 158-161.
5. Ministério da Saúde e Anvisa. Monografia da espécie Malva sylvestris L. (malva). 2015. Disponível em: <https://portalarquivos2.saude.gov.br/images/pdf/2017/setembro/11/Monografia-Malva.pdf>. Acesso em 13 out 2021
6. Ecker, Ana Carolina L.; Martins, Iuri S.; Kirsch, Laura et al. Efeitos benéficos e maléficos da Malva sylvestris. J Oral Invest. Vol 4. 1 ed; 39-43, 2015

O principio activo mais importante é a sua essência, cujos componentes mais importantes são o camazuleno (anti-inflamatório) e o bissabolol (sedativo).

Propriedades a destacar:

  • Sedativa e antiespasmódica – muito útil em espasmos do estômago ou intestinais, particularmente as devido a nervosismo ou ansiedade;
  • Tónica intestinal e carminativa- útil para regularizar o intestino e eliminar excesso de gases;
  • Febrifuga e sudorífica- ajuda a baixar a temperatura e provocar a transpiração, especialmente indicada para crianças pequenas;
  • Antialérgica- acção moderadora em situações alérgicas como a asma, a rinite, e a conjuntivite alérgicas; 
  • Anti-inflamatória e calmante: tem sido descrita a sua utilização em diferentes situações cutâneas como eczema e irritação da pele.

Bibliografia

1. Ferreira EB, Vasques CI,Jesus CAC, et al. Topical effects of Chamomilla recutita in skin damage: a literature review. Pharmacologyonline. 2015; 3:123-130.
2. Seyedjavadi, Sima Sadat; et al. The Antifungal Peptide MCh-AMP1 Derived From Matricaria chamomilla Inhibits Candida albicans Growth via Inducing ROS Generation and Altering Fungal Cell Membrane Permeability. Front Microbiol. 10. 3150; 1-10, 2019

A hamamélia (Hamamelis virginiana) é um arbusto proveniente da América do Norte, rica em taninos e flavonoides. A presença destas substâncias conferem-lhe importantes propriedades ao nível do tratamento dos distúrbios circulatórios. Os taninos são responsáveis pela ação venotónica, ou seja, ativam o fluxo sanguíneo devido ao aumento da contração dos vasos, veias e capilares. A presença de flavonoides explica os efeitos vasoprotetores sobre a microcirculação, sendo responsáveis pelo aumento da resistência de pequenas veias e capilares e pela diminuição da permeabilidade capilar, da qual resulta o edema e inflamação.⁠

Os extratos e destilados da casca da hamamélia são extensamente utilizados em dermocosmética, no tratamento de eczema atópico, pele irritada e queimadura solar e na promoção da cicatrização via efeito anti-inflamatório. As folhas e casca de hamamélia contêm cerca de 10% de taninos que contribuem para as suas propriedades adstringentes e demonstram efeito em lesões oxidativas induzidas por radicais.

Os polifenóis da planta demonstraram ainda ter elevada atividade antioxidante e efeito inibitório de determinadas enzimas, com potencial benefício no processo de cicatrização de feridas e na proteção da parede das veias e capilares.

Bibliografia

1. Narayana KR, Reddy MS, Chaluvadi MR, Krishna DR. Bioflavonoids classification, pharmacological, biochemical effects and therapeutic potential. Indian J Pharmacol. 2001;33(1):2-16.
2. Deters A, Dauer A, Schnetz E, Fartasch M, Hensel A. High molecular compounds (polysaccharides and proanthocyanidins) from Hamamelis virginiana bark: Influence on human skin keratinocyte proliferation and differentiation and influence on irritated skin. Phytochemistry. 2001;58:949-958. doi:10.1016/S0031-9422(01)00361-2
3. Thring TS, Hili P, Naughton DP. Antioxidant and potential anti-inflammatory activity of extracts and formulations of white tea, rose, and witch hazel on primary human dermal fibroblast cells. J Inflamm. 2011;8:1-7. doi:10.1186/1476-9255-8-27
4. Daz-Gonzlez M, Rocasalbas G, Francesko A, Tourio S, Torres JL, Tzanov T. Inhibition of deleterious chronic wound enzymes with plant polyphenols. In: Biocatalysis and Biotransformation. ; 2012. doi:10.3109/10242422.2012.646676

Avaliações

Ainda não existem avaliações.

Seja o primeiro a avaliar “Pure Hydration Micellar Water”
Carrinho de Compras
Nós sabemos! É uma chatice. Infelizmente este produto não está disponível mas se colocar o seu endereço de email abaixo e carregar no botão nós avisamos quando existir stock!
Scroll to Top