Slimcell-Tex

31,00 

Um revolucionário cosmetotêxtil que permite uma libertação controlada graças a uma tecnologia exclusiva de vanguarda. Este produto permite uma fixação electroestática dos princípios ativos nos tecidos e as roupas de vestir, garantindo ao mesmo tempo uma libertação progressiva sobre a pele.

Apresentação: frasco em spray de 175 ml

REF: 1522 COSMO Categorias: , ,

Informações Complementares

Vaporizar o produto de forma uniforme pelo tecido (jeans, lençóis, etc) que estejam em contacto com a zona do corpo a tratar. Reaplicar o produto a cada 3 lavagens.

Aqua (Water), Alcohol denat. (Ethanol), Tripeptide-1, Escin, Carnitine, Caffeine, Maltodextrin, Hedera helix (Ivy) extract, Ruscus aculeatus (Butcherbroom root) extract, Hydrogenated Lecithin, Glycerin, Parfum (Fragrance), Potassium Sorbate, Methylisothiazolinone, Phenoxyethanol, Polyquaternium-16, Propanediol, Butylene Glycol, Silica.

Apesar de integralmente sustentada em fontes de referência com reconhecido valor e prestígio nacional e internacional, a informação contida nestas páginas não pode ser considerada como exaustiva ou, apesar de todos os esforços de melhoria contínua, isenta de incorreções inadvertidas. As plantas e seus derivados utilizados na preparação de cosméticos e suplementos alimentares têm efeitos nutricionais, e podem interagir com medicamentos e outros suplementos. A sua inclusão em produtos para consumo humano obriga à prévia determinação de segurança, porém, essa segurança depende de uma utilização responsável. A Spell One e Biovip não assume qualquer responsabilidade por problemas decorrentes da má utilização da informação disponibilizada. Se precisar de aconselhamento específico, deverá recorrer diretamente a um profissional devidamente qualificado.

Principais Ingredientes

A cafeína é uma substância capaz de estimular, para manter nossas mentes ativa e até mesmo melhorar o nosso humor. Por ter benefícios à saúde, possui benefícios para a pele e é capaz de melhorar a sua aparência.

Sozinha ou combinada com outros ingredientes, uma aplicação local de cafeína tem uma capacidade impressionante de penetrar nas camadas superiores da epiderme, tornando a ação dos cremes com cafeína mais eficiente e duradoura.

As suas propriedades descongestionantes, anti-inflamatórias e ativadoras da circulação são essenciais para alguns dos benefícios que solicitamos dos nossos produtos de pele.

A cafeína faz maravilhas pela microcirculação do sangue na pele.

Quando o sangue flui de modo saudável, existe uma maior quantidade de oxigénio a ser entregue à superfície da pele, o que resulta numa tez mais clara, luminosa e tonificada.

Deste modo, a cafeína é uma ferramenta comprovada no combate às olheiras e papos, que muitas vezes são provocadas por uma circulação sanguínea deficiente.

A cafeína também pode ser uma das suas maiores armas para prevenir o envelhecimento precoce da sua pele.

Este composto ajuda a proporcionar firmeza à pele, já que é rico em antioxidantes e combate os radicais livres. Além disso, estimula também a regeneração celular e a revitalização da pele.

A cafeína tem propriedades calmantes que, ao penetrar na pele, minimiza irritações e inflamações, diminuindo assim a vermelhidão no rosto.

A cafeína, como dissemos, é capaz de estimular a circulação sanguínea. Graças a essa propriedade, ela consegue melhorar o acúmulo de gorduras que causam a casca de laranja.
A cafeína também possui um grande poder de drenagem, o que favorece a eliminação da gordura acumulada, eliminando da pele aquela aparência de furinhos.

Os polifenóis contidos na cafeína favorecem a dissolução das células adiposas e ajudam a ter uma aparência mais firme da pele. Por esses motivos, a cafeína se tornou um ingrediente essencial na maioria dos cosméticos anticelulite.

Bibliografia

1. Svilaas A, Sakhi AK, Andersen LF, et al. “Intakes of antioxidants in coffee, wine, and vegetables are correlated with plasma carotenoids in humans.” J Nutr. 2004;134(3):562-7.
2. Mayoral FA, Leandro DCG, Andrade L, Batista EL. “Permeation and skin retention of caffeine from emulsions containing theobromine in different stages of cellulite.” Skin Res Technol. 2015;21(1):101-7.
3. Hexsel D, Siega C, Schilling-Souza J, et al. “Topical management of cellulite.” An Bras Dermatol. 2015;90(4):555-63.
4. Lu YP, Lou YR, Xie JG, et al. “Caffeine and caffeine sodium benzoate have a sunscreen effect, enhance UVB-induced apoptosis, and inhibit UVB-induced skin carcinogenesis in SKH-1 mice.” Carcinogenesis. 2007;28(1):199-206.

A L-Carnitina é um aminoácido essencial à atividade muscular, possui função fundamental de energizar as células e está relacionado à redução da adiposidade e produção de colágeno e elastina.

apresenta molécula ativa com tamanho suficiente para penetrar na hipoderme (local onde a celulite é formada). Além dessas propriedades, a L-Carnitina também está envolvida na produção de colágeno e elastina, contribuindo para amenizar as ondas e as irregularidades presentes na camada superficial da pele.

Bibliografia:

1. Billek DE: Cosmetics for elderly people; in: Cosmeceuticals: Active Skin Treatment. Carol Stream, Allured, 2002, pp 111–120.
2. PEIRANO, RI. et al. Topically applied L-carnitine effectively reduces sebum secretion in human skin. J Cosmet Dermatol. 2012 Mar;11(1):30-6.

É um princípio ativo de origem vegetal (fitofármaco) e uma saponina extraída das espécies de Castanha da Índia. É utilizada em varizes, hemorroidas, edemas venosos e na insuficiência venosa crônica. Possui propriedades tônico-venosas, anti-inflamatória e anti-edematosa, devido a um mecanismo de otimização da entrada de cálcio, aumentando assim o tônus das paredes venosas.

Pode ser indicada para prevenir ou ajudar no tratamento de doenças inflamatórias na pele como dermatite e eczema, devido às suas propriedades anti-inflamatórias.

Ajuda a combater a má circulação devido à sua ação venotônica, aumentando a pressão natural das veias, promovendo circulação do sangue. Além disso, a castanha-da-índia é um excelente vasoconstritor e ajuda a diminuir a fragilidade capilar, prevenindo as lesões nas veias, diminui o inchaço das pernas e ajuda a aliviar a sensação de dor e pernas pesadas, que são sintomas de má circulação e varizes.

Bibliografia:

1. Longiave D, Omini C, et al. “The mode of action of aescin on isolated veins : relationship with PGF 2a”. Pharmacol. Res. Commun., 10, 145-152, 1987.
2. Handa S., Chawla A., Sharma A. “Plants with antiinflamatory activity”. Fitoterapia 43, 1:3-31, 1992.
3. Senatore F., Mscisz A et al. « Steroidal constituents and antiinflamatory activity of the horse chestnut (Aesculus hippocastanum) bark ».Boll Soc Ital Biol sper. 65,2:137-41, 1989 Feb.
4. Hihai S, Yokohama H, Oura H. “Effect of escin on adrenocorticotropin and corticosterona levels in rat plasma”. Chem Pharm Bull. 29, 490-494, 1981.

A Gilbarbeira, de nome científico Ruscus aculeatus, é uma planta nativa de África e zona mediterrânica cuja raiz é utilizada na medicina tradicional. Os ingredientes ativos principais são as saponinas esteróides ruscogenina e neo-ruscogenina, sendo que outros constituintes também têm sido isolados, como é o caso de saponinas e sapogeninas esteróides, triterpenos, flavenóides, cumarina e ácido glicólico.

Estudos demonstraram que reduz a permeabilidade vascular e exibe atividade vasoconstritora e anti-elastase, o que explica a sua utilidade na insuficiência venosa crónica. Está listada pelas autoridades na Alemanha, como planta protetora de edema, oferecendo alívio de sintomas como prurido, pernas pesadas e cansadas, sensação de tensão e dor. Demonstra eficácia a nível do aumento do tónus venoso, e tem efeito anti-inflamatório, de impermeabilização da parede capilar e diurético.⁠  A sua aplicação tópica resulta  na diminuição do inchaço, assim como acelera a recuperação de lesões como contusões e entorses e tem um efeito analgésico.⁠ É ainda utilizada como ingrediente ativo na melhoria da microcirculação e vasculite, como agente antimicrobiano e agente fleboterapêutico, pelas suas propriedades vasoconstritoras, venotónicas e antitrombóticas.

Tem também um uso tradicional no alívio de distúrbios urinários (nefrite, cálculos renais), eczema e outros problemas de pele (verrugas, frieiras), artrite, hemorróidas, aterosclerose, colite, diarreia, dor abdominal e como leve laxante.

Bibliografia

1. Review AM, Reserved AR, Reprint N, Written W. Monograph Ruscus aculeatus (Butcher ’ s Broom). Altern Med Rev. Published online 2001.
2. Vanscheidt W, Jost V, Wolna P, et al. Efficacy and safety of a Butcher’s broom preparation (Ruscus aculeatus L. extract) compared to placebo in patients suffering from chronic venous insufficiency. Arzneimittel-Forschung/Drug Res. 2002;52(4):243-250. doi:10.1055/s-0031-1299887
3. Mari A, Napolitano A, Perrone A, Pizza C, Piacente S. An analytical approach to profile steroidal saponins in food supplements: The case of Ruscus aculeatus. Food Chem. 2012;134:461-468. doi:10.1016/j.foodchem.2012.02.099
4. Masullo M, Pizza C, Piacente S. Ruscus Genus: A Rich Source of Bioactive Steroidal Saponins. Planta Med. Published online 2016. doi:10.1055/s-0042-119728

É uma das plantas conhecidas pelas suas funções medicinais é a hera. De nome científico Hedera helix, essa planta medicinal tem folhas muito verdes e brilhantes, e é rica em flavonoides e ácidos graxos.

Atua diminuindo o efeito “casca de laranja” e os nódulos de gordura instalada, devolvendo à sua pele tonacidade e firmeza, modelando a sua silhueta.

Bibliografia:

1. CIFA Cosmetic lgredient Dictionary. 3th.ed, The Cosmetic,Toiletry and Fragrances Association, Washington DC, 1991.

A sílica é um composto químico óxido bastante abundante. A sílica cristalina, por exemplo, está presente no quartzo, o segundo mineral que mais existe no mundo. Dessa forma, é um material fácil de utilizar para diversos fins.

Na cosmética, a sílica é um ingrediente versátil que, tal como as bolinhas dentro das malas, tem um poder importante: a sua capacidade de absorver a humidade e o óleo. Além disso, ajuda os cosméticos a aderir à pele e a melhorar a suavidade e o espalhamento das bases, dos cremes e dos pós.

Bibliografia:

1. N.R. Thomas, Frederic Stanley Kipping-Pioneer in Silicon Chemistry: His Life & Legacy, Silicon. 2 (2011) 187–193. 2. https://doi.org/10.1007/s12633-010-9051-x.2 A.J. O’Lenick, Silicones for Personal Care, 2nd Edition, 2008.

Avaliações

Ainda não existem avaliações.

Seja o primeiro a avaliar “Slimcell-Tex”
Carrinho de Compras
Nós sabemos! É uma chatice. Infelizmente este produto não está disponível mas se colocar o seu endereço de email abaixo e carregar no botão nós avisamos quando existir stock!
Slimcell-Tex
31,00 
Scroll to Top